VITRAIS


O vitral ("vitrail" do francês) é um tipo de vidraça composta por pedaços de vidro coloridos, que geralmente representa cenas ou personagens. É um dos elementos arquitetônicos característicos do estilo gótico.

O vitral originou-se no Oriente por volta do século X.

Tendo florescido na Europa durante a Idade Média, os vitrais foram muito utilizados na ornamentação de igrejas e catedrais, uma vez que o efeito da luz do Sol que por eles penetravam, conferia uma maior imponência e espiritualidade ao ambiente, efeito reforçado pelas imagens retratadas, em sua maioria cenas religiosas. 
 

Como é que se faz - Vitrais (Almanaque Brasil)















Interior da catedral de Nossa Senhora aparecida - Catedral M




Vitral da Basílica de Aparecida



Detalhe do Vitral da Basílica de Aparecida



Vitral da Basílica de Aparecida



Séc. XVIII -  Capela de Saint-Chapele - Paris - França






GERALDO VENDRAMINI
Artista plástico, arte-educador e pesquisador da história da arte com ênfase na arte Sacra e com apreço especial pela cultura religiosa do vale do Paraíba. Cria imagens em terracota, resina e gesso, oratórios, além de restaurar e reformar peças religiosas. Valoriza o artesanato regional e sua influência na identidade da arte brasileira.  Saiba mais.



ORATÓRIOS E CIA. 
É um nicho com imagens de santos, destinado à devoção particular. Originou-se na Idade Média e até os dias de hoje ainda é utilizado nas casas como local de oração. Os oratórios foram inicialmente destinados à moradia do rei. Para adquirir as peças que estão no blog ou fazer pedidos e encomendas clique aqui.



RESTAURO
Restauração de imagens sacras, imagens católicas, imagens religiosas, estátuas, santos e objetos de decoração em geral ( gesso, cerâmica, barro, resina). Mediante consulta prévia. Recuperamos peças quebradas ou precisando de pintura ou repintura. Saiba mais. 


SANTOS
Nessa seção estão relacionados alguns santos, divididos pelo dia de suas festas e com uma breve história de suas vidas. Muito são os santos de cada dia. Reunimos aqui aqueles cujas vidas nos são exemplos edificantes mais do que informações sobre o que realmente lhes aconteceu. Saiba mais.

Três Reis Magos


Os  três Reis Magos, na tradição cristã, são personagens que teriam visitado Jesus Cristo logo após o seu nascimento, trazendo-lhe presentes. Segundo Mateus (evangelista), eles teriam vindo de longe para adorar o Cristo.    

Não há relatos bíblicos sobre o nome dos magos, porém a tradição atesta como; Belchior(também Melchior, ou Melquior), Baltazar e Gaspar, não sabemos se eram reis, mas talvez, sacerdotes ou magos ou ainda  conselheiros, há ainda a possibilidade de serem apenas personagens.

O evangelho afirma que a estrela, os precedia e parou por sobre onde estava o menino Jesus.
Os Magos ofereceram três presentes ao menino Jesus: ouro, incenso e mirra, cujo significado e simbolismo espiritual é;
O ouro representa a realeza. O incenso representa a fé, entregue aos sacerdotes, A mirra, usada em embalsamamentos desde o Egito antigo, nos remete ao gênero da morte de Jesus, representa o homem.
Entrando na casa, viram o menino, com Maria sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.
Uma descrição dos reis magos foi feita por São Beda, o Venerável (673-735), que no seu tratado “Excerpta et Colletanea” assim relata:
“Belquior tinha uns setenta anos, de cabelos e barbas brancas, veio da cidade de  Ur, na Caldeia. Gaspar tinha por volta de vinte anos, partira das proximidades do Mar Cáspio. E Baltasar o mouro, de barba e com aproximadamente quarenta anos, partira do Golfo Pérsico.

Fonte: vários textos e da tradição popular.
Imagem: Sandro Botticelli. "Adoração dos reis magos"
É neste final de semana aqui em São Luiz do Paraitinga!!
http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/10/exposicao-em-sao-paulo-exibe-reliquias-do-vaticano.html

03 de outubro - Santa Maria Josefa Rossello

Uma santa não muito conhecida, Santa Maria Josefa Rossello ( nome de batismo “Benedita”) “ Coração para Deus e, mãos para o trabalho”, este era o seu lema diário e seu guia para a vida de total dedicação a Deus a ao próximo, desde os primeiros anos de sua juventude.

Artesã (ceramista) dedicava horas ao atelier de seu pai.

Em 22 de outubro de 1837 Benedita vestia o habito religioso, passando a se chamar Maria Josefa.

Dedicada ao resgate dos escravos africanos, dava asilo a numerosas escravas, assim como acolhia meninas  pobres.

Morreu aos 69 anos, em sete de dezembro de 1880. Sua canonização deu-se em 12 de junho de 1949 no pontificado de pio XII.
 
(fonte; um santo para cada dia -ed. Paulus- Sgarbossa, Mario – Giovannini, Luigi- 7ª ed , 2011)

Museu de Arte Sacra Dom Epaminondas - Taubaté

http://www.youtube.com/embed/JE606suXJgE
SESC Taubaté
22/06 a 12/08.
Terça a sexta, das 8h às 21h30.; Sábado, domingo e feriados, das 9h15 às 17h.

Itinerância da exposição. Com Curadoria Ricardo Amadasi.
Arte Popular no Acervo SESC de Arte Brasileira.
...
A exposição apresenta pela primeira vez um conjunto de obras de arte popular do acervo SESC SP, cujas características estabelecem uma narrativa que evidencia a proximidade com o sagrado. Artistas surgidos do povo evocam e plasmam seus cantos e cenas religiosas através da singularidade das mais diferentes representações. Esse conjunto de obras foi constituído informalmente, a partir de doações de artistas, assim como de aquisições feitas, sobretudo, na região Nordeste.

Livre para todos os públicos 

29 de junho - "São Pedro"






Pedro Nasceu na Galiléia, onde era pescador juntamente com seu irmão Tiago, um certo dia Jesus o chamou para segui-lo e se tornar pescador de homens, Pedro também conhecido como Simão Pedro imediatamente largou o que fazia e passou a seguir o mestre (Jesus Cristo).
Tornando-se o chefe da igreja de Cristo
Sua festa é realizada no dia 29 de junho



24 de junho - São João Batista

São João Batista. Filho do sacerdote Zacarias e de Isabel, prima de Maria, mãe de Jesus, nasceu na cidade de Judá. Na circuncisão recebeu, por inspiração divina, o nome de João. Segundo os evangelhos ele é o precursor de Jesus Cristo. 
Segundo os evangelhos, João alertava o povo para aproximação da vinda do Messias e insistia na pregação de arrependimento para essa vinda. Praticava o ritual de purificação por meio do batismo nas águas do rio Jordão. Sua figura está ligada ao sacramento do batismo.
Sua festa é comemorada no dia 24 de junho

13 de junho - Santo Antonio de Pádua


Santo Antônio de Pádua, como  é conhecido, nome que recebeu em sua  ordenação. 
Fernando (Santo Antonio), era  português: nasceu em 1195, em Lisboa. De família rica e da nobreza, quando ainda  jovem  ingressou-se na Ordem dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho. Fez seus estudos filosóficos e teológicos em Coimbra. Mais tarde foi admitido na ordem dos irmãos menores de São Francisco. Catequizador e pregador da  palavra de Deus, levou sua vida em extrema pobreza, praticando a  caridade. 
Na Itália e no Brasil, ele é venerado por ajudar a arranjar casamentos e encontrar coisas perdidas. Há também uma forma de caridade denominada "Pão de Santo Antonio", que copia as atitudes do santo em favor dos pobres e famintos. No Brasil, ele é comemorado  no dia 13 de junho.




















Exposição Benedito das Flores e Antonio do Categeró

14 de maio - São Matias


Matias, o apóstolo "póstumo". É assim chamado porque surgiu depois da morte do apóstolo Judas Iscariotes, o traidor. Alguns teólogos se referem à ele como o décimo terceiro apóstolo, pois foi eleito para ocupar esse posto, conforme consta dos Atos dos Apóstolos, na Bíblia.

São Matias foi escolhido para ficar  no lugar de Judas o traidor.

As outras informações existentes sobre Matias fazem parte das tradições e dos escritos da época. Esses registros, entretanto, são apenas fragmentos com algumas citações e frases, que foram recuperadas e, segundo os teólogos, são de sua autoria. De fato, existe uma certa confusão entre os apóstolos Matias e Mateus em alguns escritos antigos.

Segundo a tradição Matias evangelizou na Judéia, Capadócia e, depois, na Etiópia. Ele sofreu perseguições e o martírio, morreu apedrejado e decapitado em Colchis, Jerusalém, testemunhando sua fidelidade a Jesus.




03 de maio - São Tiago


São Tiago, filho de Alfeu,  e  são Filipe

Filipe nasceu em Betsaida, na Galiléia, e foi um dos primeiros discípulos de Jesus. O seu nome ocupa sempre o quinto lugar nas listas dos apóstolos e é mencionado mais de uma vez no Evangelho.
Depois da ressurreição do Senhor Jesus Cristo.  Segundo a tradição, ele foi enviado para pregar o Evangelho na Ásia Menor, onde patrocinou um fato prodigioso. Filipe teria sido obrigado a reverenciar o deus Marte, acendendo-lhe um incenso. Naquele instante, surgiu de trás do altar pagão uma cobra, que matou o filho do sacerdote. Mas o apóstolo, com um gesto, o fez ressuscitar e matou a cobra. Esse e outros milagres de Filipe foram responsáveis pela conversão de muitos pagãos ao cristianismo.
Não se sabe, exatamente, como ou quando Filipe morreu. Mas o mais provável é que tenha sido crucificado em Gerápolis, no tempo do imperador Domiciano, talvez Trajano, aos oitenta e sete anos. Suas relíquias foram transportadas num dia 3 de maio e colocadas na igreja dos Apóstolos, em Roma, junto com as de são Tiago, o Menor. Por isso são Filipe é celebrado neste dia.

São Tiago é identificado nos evangelhos como "irmão do Senhor", termo usado para designar parentesco de primos. Governou a Igreja de Jerusalém e foi chamado de "o Menor" para não ser confundido com são Tiago, o Maior, que era irmão de são João.
Dizem as Escrituras que Tiago sempre teve atenção e carinho especiais de Jesus Cristo. Além de considerá-lo um homem de grande elevação espiritual, ainda era seu parente próximo. Tiago foi testemunha da Ressurreição de Jesus; (1Cor 15,7). Antes de subir aos céus, Jesus, numa aparição, deu a ele o dom da ciência como recompensa por sua bondade e santidade.
Sobre a morte de Tiago, o Menor, que foi o primeiro apóstolo a dar a vida em nome de Jesus. Segundo o  historiador hebreu José Flávio, o apostolo teria sido apedrejado e pisoteado no ano 61(ou 62), pelo sumo pontífice Anás II, que se aproveitou da morte do íntegro papa Festo para eliminar o bispo de Jerusalém.  São Tiago, o Menor, sempre foi considerado um homem de grande pureza, total dedicação e abnegação, vivendo, desde o nascimento, consagrado a Deus. Sua vida foi santa e de muita austeridade. Converteu muitos judeus à fé cristã antes de receber a coroa do martírio. Suas relíquias foram colocadas na igreja dos Santos Apóstolos, em Roma.

Fonte: http://www.paulinas.org.br/diafeliz/santo.aspx?Dia=3&Mes=5&SantoID=210

Menino Jesus

                                                                     peça particular

Natividade da Serra




Restauro

Oratórios

  




video


 Os oratórios são pequenas capelas de   uso particular, onde se colocam os santos de devoção. Tem sua origem na idade média e ganha popularidade na europa, chegando ao Brasil ainda no período colonial; para atender as diversas necessidades dos fiéis, os oratórios se fazem em vários tamanhos e formatos, dentre eles, podemos citar: os oratórios de alcova, bala, de salão, de ermidas, os afro-brasileiros, os de lapinha, dentre outros.    Alguns se apresentam na forma simples, outros decorados com entalhes, cortinas, rendilhados e policromados de influência barroca e também no estilo moderno e mais despojado.
Os oratórios hoje além de objetos decorativos também possuem seu valor simbólico religioso.
Um mesmo oratório pode abrigar mais de um santo de devoção, existem também os de peregrinação destinados às novenas e trezenas, principalmente nas áreas em que mantém o costume devocional das orações comunitárias fora das capelas oficiais, ou seja nas residências dos fieis devotos.

São Francisco das Chagas

São Francisco das Chagas - Catedral Taubaté

Para conhecer:

Giovanni di Pietro di Bernardone, mais conhecido como São Francisco de Assis nasceu em 5 de julho de 1182 faleceu em 3 de outubro de 1226.

Filho de um comerciante italiano prospero e rico, teve uma juventude irrequieta e mundana. Num determinado tempo voltou-se para uma vida religiosa de completa pobreza, fundando a ordem mendicante dos Frades Menores, mais conhecidos como Franciscanos, marcando com muita intensidade o Catolicismo de seu tempo.

A vida de francisco e seus feitos estão envolvidos em grande folclore e  seu apreço à natureza é mundialmente conhecido como o santo patrono dos animais e do meio ambiente.

Um certo dia quando São Francisco passeava pelos campos ouviu a voz de Cristo em seu interior e neste mesmo interim um leproso vinha ao seu encontro, ao deparar-se com aquele ser orripilante, sente uma brandura em seu coração, uma manifestação da  misericordia divina, num impeto de piedade beija as feridas deste homem, fato este que espantou o proprio santo, pois esta atitude representara mais do que um simples ato de piedade, mas uma resposta ao amor divino.

São Franscisco sempre visitava uma capelinha proxima a cidade, e  diante do curcifixo de São Damião se punha a rezar, num certo dia ele ouve a voz de cristo o qual lhe pede para reconstruir sua igreja.

Francisco interpreta ao pé da letra e vai trabalhar de pedreiro para executar a ordem do senhor, iniciando assim uma nova vida. Francisco em pouco tempo tem seguidores e funda a ordem dos frades menores.

Em 1212 a Ordem foi enriquecida com a primeira mulher, Clara d'Offreducci, a futura Santa Clara, fundadora do ramo feminino dos Frades Menores, as Clarissas, que logo trouxe suas irmãs, a quem foi dado o uso da capela de São Damião.

São francisco segunda a tradição realizava milagres em vida, assim que faleceu foi canobizado, declarado santo da igreja catolica.